O seu canal de inteligência em turismo e hotelaria!

6 Formas de matar as reservas diretas do seu hotel


6 Formas de matar as reservas diretas do seu hotel

As OTA`s surgiram como uma grande solução para distribuição dos produtos hoteleiros. No entanto, as comissões estão cada dia mais volumosas e onerando as receitas à ponto de o hoteleiro começar a buscar tecnologias e métodos alternativos para impulsionar as reservas diretas. Nestes anos de mercado hoteleiro, identificamos alguns pontos que fazem muitos hotéis ainda perderem reservas diretas.


1. Suas páginas são lentas para carregar


Estive pessoalmente em uma palestra com uma especialista em experiência de usuário do Booking.com. No Booking todas as áreas do site são testadas diariamente, com testes A/B e aquilo que converter mais, continua. Um dos testes realizados pelo Booking era para verificar se aumentando o tamanho das imagens nas páginas de hotéis de uma cidade, aumentaria a conversão. E o resultado foi surpreendente! Ao aumentar levemente as imagens, elas ficaram mais pesadas, com isto, em vários navegadores, a página demorava em média, 0,5 segundo (isso mesmo, meio segundo!) a mais de tempo para carregar, e isto foi suficiente para uma queda superior a 10% nas conversões durante aquele teste pois as pessoas abandonavam a página antes do seu carregamento.


Esta regra vale tanto para as páginas do seu site, e principalmente para seu motor de reservas. Observe quanto tempo que seu motor de reservas leva para carregar, após o usuário clicar em “reserve agora”, e estude soluções com seus fornecedores!


2. Você gasta demais em atrair tráfego e esquece de corrigir suas conversões


O impulso para mudar a dependência de OTAs e aumentar as reservas diretas inspirou hotéis de todos os tamanhos a gastar milhares de reais em direcionar o tráfego para seu próprio site. Infelizmente, grande parte deste investimento é desperdiçado. Proprietários de hotéis e suas equipes de marketing deveriam concentrar-se primeiro sobre a conversão de uma percentagem mais elevada de seu fluxo de visitantes já existente, por menor que ele seja. Há importantes inovações e técnicas disponíveis para aumentar a conversão do site e as reservas diretas. Desde um otimizado campo de preenchimento e consulta de tarifas para acessar o motor de reservas, customização do site conforme o perfil do visitante: eventos, negócios, agência de viagem ou turista lazer. Espaços criativos para capturar o e-mail e identificar estes visitantes, como a tecnologia de Sales Concierge. Enfim, antes de investir lá fora, arrume sua casa!


3. Você não educa seus clientes


As OTA`s estão criando a cultura de reservar hotéis através de suas plataformas, principalmente disseminando o conceito de que possuem as melhores tarifas. Mas esta situação pode e deve ser combatida. As redes hoteleiras já começaram a fazer isto. A maioria dos sites de redes, enfatiza na sua página principal que reservando direto com o hotel o viajante garante a melhor tarifa.

A educação dos potenciais clientes também pode ser explorada em todas as artes e campanhas promocionais do hotel, seja via e-mail, redes sociais, anúncios dos mais diversos.


4. Suas respostas são lentas


Quando você vai a um restaurante e o garçom demora 10 minutos para vir lhe atender você certamente fica furioso e tem vontade de ir embora. Você só não vai embora porque já se deslocou até o restaurante, estacionou o carro, e você já está com fome. Mas no meio online, basta um clique para o usuário deixar o site do seu hotel e ir para seu concorrente. Então em todas as interações o tempo de resposta tem que ser o mais rápido possível, principalmente nesta etapa de pré-venda (antes da reserva), seja na resposta aos e-mails de cotações, dúvidas de clientes, e espaços de cadastros para recebimentos de informações no seu site.


5. Suas ações não são pensadas para o mobile


Suas ações estão voltadas ao mobile? Seu site é responsivo? Suas campanhas de e-mail marketing são responsivas? Seu motor de reserva é responsivo? Verifique tudo isso pois cerca de 30% dos viajantes já planejam suas viagens através do celular!


6. Seu orçamento de marketing é mau aplicado


Hoje os hoteleiros concordam em pagar milhares de reais por mês para uma OTA, e muitas vezes não investem 1 centavo com os itens citados acima! Parece ser mais cômodo para um gestor, pagar comissão sobre um resultado visível de uma OTA, mas convenhamos, 15, 20, 25% não é comissão, já é sociedade! Claro que você não pode abrir mão das OTA`s, mas o importante é adotar novas ferramentas de gestão e vendas que incentivem as reservas diretas para seu hotel não ficar dependente destes agentes externos,


Então, repense suas estratégias, mas não fique parado, caso contrário as OTA`s irão aumentar a cada ano a participação nos resultados do seu hotel!


Gostou das dicas? Compartilhe!

Sobre o autor: Rodrigo Teixeira é apaixonado por marketing digital, hotelaria, e adora viajar! É fundador e CEO da Infotickets Hotel Marketing, que já atende mais de 50 hotéis no Brasil com soluções de tecnologia para aumentar as reservas diretas. (Linkedin do Autor)


Sales Concierge - 6 Formas de matar as reservas diretas do seu hotel
Faça parte de nossa
comunidade!
+10 mil hoteleiros já acompanham nossos conteúdos

Cadastro realizado com sucesso!

Destaques