O seu canal de inteligência em turismo e hotelaria!

Por que seu hotel precisa pensar em Remarketing em 2016?


Por que seu hotel precisa pensar em Remarketing em 2016?

Antigamente, quando se falava em vendas online o objetivo das empresas era converter diretamente os visitantes de websites em clientes, através de lojas e sistemas de compra integrados ao site. No entanto, com o surgimento das tecnologias de inteligência de tráfego, como o Google Analytics percebeu-se que o usuário dificilmente compra em uma primeira visita, e que existe um “timing” de compra, que é o período utilizado pelo consumidor para pesquisar alternativas sobre aquele bem ou serviço que o consumidor deseja adquirir.


Os números apontam que 96% dos usuários abandonam o site da empresa de interesse ao menos uma vez antes de comprar. Logo não é em uma primeira visita ao site de uma empresa, ou hotel que o visitante efetua a compra ou a reserva!


Deste diagnóstico, surgiu a necessidade de as empresas buscarem formas de se comunicarem com estes potenciais clientes e influenciá-los a retornarem ao site e ao processo de compra. E justamente para suprir esta necessidade surgiram as tecnologias de Remarketing.


O que é o Remarketing?


Você já deve ter parado para pesquisar preços de smartphone na internet em alguns sites, certo? E de repente você passou a ser “perseguido” pelo anúncio de um destes sites ofertando este produto no Facebook, no Google, e em outros sites não é mesmo? Estes anúncios são exemplos de remarketing.


Remarketing é uma estratégia para exibir anúncios ou mensagens online a usuários que já visitaram o seu site anteriormente.

O objetivo é continuar o processo de interação com estes usuários durante o período de decisão da compra e de fato fazer com que retornem ao seu canal de venda e efetuem a compra do seu serviço. O conceito está em entregar a mensagem certa para a pessoa certa e no momento certo.


O Remarketing aplicado a hotelaria


Em hotelaria, o “timing” de compra é mais curto que a maioria dos setores. Em média, 6,18 dias é o tempo que um viajante de lazer despende desde o início da pesquisa por hospedagem até o momento em que efetua a reserva em um hotel. Este “timing” é um dos motivos principais pelo qual tantos visitantes abandonam o site do seu hotel sem efetuar a reserva. Além disso, uma pesquisa do Google revelou que um viajante visita mais de 20 sites diferentes antes de efetuar a compra.


Para o setor hoteleiro as estratégias de remarketing são uma grande oportunidade para aumentar as reservas diretas e o volume de vendas. Entre os 20 sites que um viajante visita, estão as OTA`s e o site do seu hotel! Então, é fundamental interagir com ele após a primeira visita para influenciá-lo a retornar e comprar direto com você, ao invés de retornar a OTA, certo? Acompanhe abaixo.


Diferentes tipos de Remarketing


A figura abaixo apresenta os tipos de Remarketing mais comuns de serem aplicados no setor hoteleiro:


Remarketing hotel

1. Remarketing por email – Caso Rio Quente Resorts


O Rio Quente Resorts, é um dos grupos hoteleiros mais profissionalizados do Brasil. O site do resort é um dos sites de viagem mais visitados do país. Mas assim como a maioria dos sites de hotéis, grande parte destas visitas acessava o site, consultava tarifa e disponibilidade no motor de reservas e abandonava a página para continuar a pesquisa de opções de viagem e hospedagem, sem que o staff tivesse a oportunidade de interagir com estes potenciais clientes.


Diante disso, o departamento de marketing decidiu implantar o sistema InfoMail de remarketing por email para solucionar o problema. O remarketing por email é viável desde que você consiga identificar o email dos visitantes do seu site. Para isso, o Rio Quente instalou uma tecnologia de concierge na homepage do hotel que oferta a programação do resort para o visitante, mediante o cadastro de email e período de interesse da viagem nesta área do site.


Após o cadastro, o visitante recebe as informações do destino por email automaticamente (o que já causa uma ótima primeira impressão!) e na sequência campanhas individuais de remarketing são direcionadas ao usuário incentivando as reservas diretas. Em menos de 2 meses, quase 5.000 visitantes cadastraram-se no concierge (em laranja na parte inferior do site), e foram impactados pelas campanhas de remarketing.


Neste link você consegue baixar case completo do Rio Quente.


2. Remarketing no Google


O Google disponibiliza algumas formas de remarketing através de anúncios. Neste caso um código é inserido no site do hotel e faz a conexão com uma rede de displayers espalhados na internet para exibir seu anúncio àqueles visitantes que já acessaram seu site anteriormente. Abaixo vemos alguns exemplos de anúncios de remarketing do Google.


  • Remarketing padrão: exibe anúncios a visitantes anteriores enquanto eles navegam em websites da Rede de Display do Google.

  • Remarketing dinâmico: exibe anúncios dinâmicos a visitantes anteriores com produtos e serviços que eles visualizaram no seu website enquanto navegam em websites da Rede de Display.

  • Listas de remarketing para anúncios da Rede de Pesquisa: exibe anúncios a visitantes anteriores enquanto eles continuam pesquisando o que precisam no Google, depois de sair do seu website.

  • Remarketing em vídeo: exibe anúncios a pessoas que interagiram com seus vídeos ou seu canal do YouTube enquanto elas navegam no YouTube e em vídeos, website e aplicativos da Rede de Display do Google.


3. Remarketing no Facebook


O Facebook também possui suas formas de anúncio de remarketing para visitantes que já acessaram sua página anteriormente. As dicas para fazer remarketing no Facebook são:


- segmente seus anúncios de forma correta: o Facebook permite fazer segmentações avançadas de público, o segredo é conhecer bem o perfil do seu cliente e focar no alvo certo.


- otimize constantemente seus anúncios: a sazonalidade da hotelaria demanda que você atualize constantemente suas campanhas. Se estiver chegando o dia das mães, por exemplo, atualize o público-alvo para este perfil, e assim por diante para cada feriado!


Por onde começar?


Com estas três formas de remarketing, você deve estar pensando por onde começar, não é mesmo?


Várias pesquisas já comprovaram que o email continua sendo o canal que gera maior retorno de venda, especialmente quando é focado em um cliente que já visitou o seu site e está em processo de decisão de compra, como no caso do Rio Quente. Já o remarketing do Facebook principalmente nos hotéis de lazer, se for feito de forma bem planejada também renderá bons resultados. Por isso, se for para começar, sugiro experimentar estes dois modelos primeiramente!


Gostou? Curta e compartilhe com seus colegas! Dúvidas para implantar o Remarketing? entre em contato conosco!

Sobre o autor: Rodrigo Teixeira é apaixonado por marketing digital, hotelaria, e adora viajar! É fundador e CEO da Infotickets Hotel Marketing, que já atende mais de 50 hotéis no Brasil com soluções de tecnologia para aumentar as reservas diretas. (Linkedin do Autor)


Sales Concierge - Por que seu hotel precisa pensar em Remarketing em 2016?

Faça parte de nossa
comunidade!
+10 mil hoteleiros já acompanham nossos conteúdos

Cadastro realizado com sucesso!

Destaques