O seu canal de inteligência em turismo e hotelaria!

Como transformar a taxa de rejeição do site do meu hotel em reservas?


Como transformar a taxa de rejeição do site do meu hotel em reservas?

Quando você, hoteleiro, acessa o Google Analytics do site do hotel, observa que logo na página inicial há o resumo das estatísticas de acesso, não é mesmo?


No post de hoje, falaremos sobre uma delas, a estatística de taxa de rejeição e a importância que ela tem para melhorar os resultados do seu hotel. Ficou curioso? Continue acompanhando!


Por que esta taxa é tão importante para um hotel?


Se você divulga seu hotel para atrair tráfego para o site e estes visitantes abandonam rapidamente a página, significa que você está perdendo vendas e a oportunidade de aumentar as reservas diretas!


Além disso, o Google AdWords agora considera a taxa de rejeição no cálculo do índice de qualidade dos anúncios, ou seja, quanto maior a taxa de rejeição da página de destino dos anúncios, menor será o índice de qualidade deste site e maior será o custo por clique da sua campanha.


Hotéis com Motor de reserva normalmente têm esta taxa mais elevada, em torno de 50%. Isto se deve ao fato de que boa parte destes visitantes acessam a home do site e, em seguida, o motor de reservas para consultar preço e disponibilidade dos quartos. Como geralmente o motor é um sistema terceirizado, e separado do site, o Analytics contabiliza o acesso ao motor como um abandono, aumentando a taxa de rejeição da página.


Portanto, vale a pena comparar a taxa de rejeição com a taxa de acesso ao motor de reservas. Em média, 33% dos visitantes únicos do site de um hotel acessam o motor. Se a taxa de rejeição estiver alta, e a taxa de acessos ao motor estiver baixa, significa que seu site pode ter problemas de navegação. Em alguns casos, pode não estar claro na home da página onde consultar o motor, ou seu site não está otimizado para mobile, aumentando a rejeição.


Transformando a taxa de rejeição em resultados


Aqui, vale uma dica importante: quanto maior for a taxa de rejeição, maior a importância de ter ferramentas no site do hotel para identificar o tráfego de visitantes.


Taxa de rejeição (em inglês: Bounce Rate) demonstra a quantidade de visitantes que acessaram apenas uma única página, ou seja, usuários que saem do site na mesma página de entrada, sem nenhuma interação.


A maioria dos viajantes não está pronto para comprar no momento em que entram no site do hotel pela primeira vez. Pesquisas apontam que um viajante leva em média 6,18 dias para definir o hotel, e visitam pelo menos 17 sites de viagens neste período. Ou seja, o viajante acessa o site, vai até o motor de reserva, anota o preço dos quartos disponíveis e abandona a página para comparar o hotel aos seus concorrentes, ou os preços nas páginas de OTAs e MetaSearch sites.


Veja o exemplo: o site do Hotel X possui 4.000 visitas por mês, com uma taxa de rejeição de 50%. Ou seja, 2.000 pessoas abandonam o site diretamente na mesma página de entrada, ou para consultar tarifas no motor de reserva. Normalmente, menos de 5% deste tráfego converte-se em reservas diretas. Então, se este hotel identificar 20% do tráfego total, terá 400 e-mails captados de potenciais clientes em processo de decisão de compra, os chamados leads.


Ou seja, quando o hotel consegue identificar parte do tráfego, a taxa de abandono é transformada em oportunidade real e imediata de venda. Se este hotel X automatizar a comunicação por e-mail com estes 400 leads, incentivando a reserva direta, os números comprovam que a conversão pode chegar a até 10%, ou seja, serão 40 reservas diretas a mais geradas em um único mês. (solicite aqui uma demonstração gratuita desta solução).


Existem outros fatores que podem influenciar a variação desta taxa de rejeição do site, que merecem ser estudados com cautela, o fato é que este indicador é importante e deve ser considerado no planejamento de marketing do hotel.


E você, tem esse cuidado em analisar a taxa de rejeição do seu site? Curta, compartilhe e comente!

 

Sobre o autor: Rodrigo Teixeira é apaixonado por marketing digital, hotelaria, e adora viajar! É fundador e CEO da Infotickets Hotel Marketing, que já atende mais de 50 hotéis no Brasil com soluções de tecnologia para aumentar as reservas diretas. (Linkedin do Autor)


Sales Concierge - Como transformar a taxa de rejeição do site do meu hotel em reservas?